Pt
Es En
23 de abril de 2021 12:15 | Voltar para a lista de notícias: Principal Pt
views 60

A Oz Forensics passa no teste de PAD biométrico do iBeta, a BONAFiDEE lança uma solução de detecção de atividade

 

A Oz Forensics anunciou recentemente que sua plataforma biométrica passou no teste de conformidade com a norma ISO 30107 Nível 1 de detecção de ataques de apresentação (PAD) do iBeta Quality Assurance.

O algoritmo foi submetido a 300 testes Liveness originais que foram realizados com rostos reais, com uma taxa de erro de falso positivo de 1%. Todas as 1.000 tentativas de ataques de fraude biométrica foram detectadas pela tecnologia da Oz Forensics, de acordo com o comunicado.

A plataforma biométrica da Oz Forensics foi projetada especialmente para prevenir ataques fraudadores e de deepfake por meio da detecção Liveness.

De acordo com a empresa, o algoritmo Oz Liveness não requer que as pessoas olhem diretamente para a câmera para serem identificadas e tem velocidades de processamento de até um segundo.

"Os algoritmos da IA do Oz Liveness verificam gravações do vídeo e rastreiam vários parâmetros, [inclusive] a presença de brilho e reflexos, micromovimentos, pulso etc.", explicou o CEO da empresa, Artem Gerasimov.

"Nós treinamos o sistema em dezenas de milhares de ataques. Trabalhamos em conjunto com fabricantes de máscaras 3D e estamos sempre procurando por novas amostras e desafios", ele acrescentou.

O laboratório de testes biométricos iBeta é credenciado pelo Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (National Institute of Standards and Technology, NIST) sob o Programa Nacional de Acreditação de Laboratórios Voluntários (Voluntary Laboratory Accreditation Program, NVLAP).

O iBeta foi o primeiro laboratório credenciado pela FIDO Alliance sob o Programa de Certificação de Componente Biométrico da FIDO Alliance (FIDO Alliance Biometric Component Certification Program).
BONAFiDEE divulga nova ferramenta de teste de atividade

A empresa de tecnologia regulatória localizada no Reino Unido, BONAFiDEE, lançou uma ferramenta de teste de atividade para fortalecer sua verificação biométrica visual.

A verificação biométrica visual permite comparar uma imagem em tempo real a um documento de identificação para verificar a identidade de um indivíduo.

A nova atualização introduz o recurso de gravação de um vídeo curto, a citação de uma frase única em um determinado período de tempo para provar que o usuário está "presente" na frente da câmera

"Nós acreditamos que com o lançamento do nosso 'teste de atividade' inovador, teremos sucesso na criação de uma solução que protege as organizações e seus clientes contra a vulnerabilidade por fraude de deepfake", comentou o fundador da BONAFiDEE, Francis Lang. "Isso fortalece o processo de identificação já robusto da BONAFiDEE, trazendo o seu cliente para mais perto."
Especialistas em biometria discutem ferramentas de ataques de apresentação

Uma discussão recente sobre ferramentas de ataques de apresentação pelo Dr. Ted Dunstone e Stewart Pope, em uma sessão organizada pelo BixeLab, está disponível no YouTube.

Os especialistas definiram ataques de apresentação e descreveram diferentes padrões e estruturas para soluções biométricas serem capazes de realizar a Detecção de Ataques de Apresentação (PAD) de forma eficaz.

Em especial, Dunstone e Pope exploraram a norma ISO/IEC 30107 e como o documento define o escopo e os requisitos de ferramentas PAD de forma ampla.

 

https://www.biometricupdate.com

Oz Forensics

logo